CDL Euclides da Cunha

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2021
Para 56% dos consumidores, sistema tributário atual não é adequado para fazer negócios no Brasil, revela CNDL/SPC Brasil

Os debates no Congresso Nacional a respeito dareforma tributária devem retornar agora no início dos trabalhos legislativos.Os presidentes da Câmara, Arthur Lira, e do Senado, Rodrigo Pacheco jáanunciaram que as propostas serão tratadas como prioridade pelo parlamento.

A notícia chega em boa hora. De acordo com umlevantamento inédito, realizado pela CNDL (Confederação Nacional de DirigentesLojistas) e pelo SPC Brasil, em parceria com a Offer Wise Pesquisas, mais dametade dos brasileiros (56%) acredita que o sistema tributário atual não éadequado para fazer negócios no Brasil. O estudo mostra que apenas 17%acreditam que o modelo de tributação em vigor é adequado, e 27% não souberamresponder.

A reforma, que seria analisada em 2020 pelolegislativo, acabou sendo colocada em segundo plano por conta da pandemia doNovo Coronavírus. A comissão mista que analisa a reforma tributária teve seuprazo prorrogado pela terceira vez até 31 de março. Atualmente, além daproposta de reforma enviada pelo Governo Federal, existem outras duas emandamento no Congresso.

Para o presidente da CNDL, José César da Costa, éjustamente o cenário de crise deixado pela pandemia que torna a modernização esimplificação do sistema tributário brasileiro ainda mais importante para opaís.

“Votar a reforma passou a ser uma necessidade aindamaior diante da crise econômica. Tornar o sistema tributário brasileiro maissimples e eficiente é um passo fundamental para o Brasil voltar a crescer”,diz. “A alta taxa de impostos sacrifica o empresário e dificulta asobrevivência dos negócios”, completa.

 

Pouca informação

A pesquisa da CNDL também registra que apenas umterço dos entrevistados (33%) afirma estar mais ou menos informado a respeitoda reforma tributária em discussão no Congresso. Outros 33% estão pouco ou nadainformados, e 26% se dizem informados ou muito informados.

Para José César, chegou a hora de envolver asociedade nas discussões e tornar as propostas mais conhecidas. “O importanteagora é mobilizar a população para o debate em torno desse tema que dizrespeito a todos nós, empresários, cidadãos e instituições”, diz o presidente,que também alerta para a questão da complexidade do sistema tributáriobrasileiro para o setor produtivo.

“Para dar conta de atender as exigências do fisco,as empresas são obrigadas a investir em sistemas de controle para evitar errose garantir o pagamento correto dos tributos”, diz José César. “O mínimo que seespera dessa reforma é, além da diminuição da carga tributária, a simplificaçãode um sistema que onera as empresas e impede a geração de mais empregos”,afirma.

 

Por: CDL Euclides da Cunha
Publicação vista 293 vezes



sexta-feira, 30 de abril de 2021
Dia das Mães deve movimentar 24 bilhões de reais no varejo, mostra pesquisa CNDL/SPC Brasil
Dia das Mães deve movimentar 24 bilhões de reais no varejo, mostra pesquisa CNDL/SPC Brasil
segunda-feira, 29 de março de 2021
Número de idosos que acessam a internet cresce de 68% para 97%, aponta pesquisa CNDL/SPC Brasil
Número de idosos que acessam a internet cresce de 68% para 97%, aponta pesquisa CNDL/SPC Brasil
sexta-feira, 26 de março de 2021
Cerca de 103 milhões de pessoas devem realizar compras para a Páscoa em 2021, aponta CNDL/SPC Brasil
Cerca de 103 milhões de pessoas devem realizar compras para a Páscoa em 2021, aponta CNDL/SPC Brasil

Convenção dos Comerciários | Feriados | Agenda | Lista Telefônica
Copyright 2011 © CDL Euclides da Cunha - Todos os direitos reservados